Grin lança empréstimo mensal de patinete por valores a partir de R$ 99

Duas semanas após suspender o empréstimo de patinetes elétricas nas ruas, a Grin anunciou o teste de um novo modelo: agora os clientes poderão fazer uma assinatura mensal e ficar com o veículo o tempo todo.

No mês de lançamento, a assinatura de uma patinete elétrica sairá por R$ 199, e a de uma bicicleta, por R$ 99. Como brinde, o assinante ganha um capacete.

Segundo a Grin, a prioridade será atender profissionais de serviços essenciais, que precisam se deslocar durante a quarentena. Para eles, o aluguel da patinete sairá por R$ 99, e as bicicletas, por R$ 49 mensais.

Não haverá limites de área de circulação nem de viagens. No caso da patinete, caberá ao usuário fazer as recargas da bateria, por meio de um carregador a ser ligado na tomada.

O pedido é feito por meio de um site, e o veículo será entregue em casa, em data e hora agendadas. Para usar, é preciso ter mais de 18 anos.

O programa atende por enquanto apenas a cidade de São Paulo, e há planos de levá-lo depois também para Rio de Janeiro e Curitiba.

A Grin (antes chamada de Grow) fez mudanças radicais em suas operações nos últimos meses e suspendeu os empréstimos de patinetes elétricas e bicicletas, das marcas Grin e Yellow, em mais de 10 cidades brasileiras.

Em março, a empresa teve seu controle acionário vendido para o grupo Mountain Nazca, que também tem ações de empresas como Peixe Urbano e Groupon. Além do Brasil, a Grow atua em mais cinco países.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, lojas como a Lev Bike oferecem bicicletas elétricas com aluguel mensal. O blog fez um teste com uma delas em fevereiro.